F1, F2 e F3 de novo juntas, agora em Paul Ricard, na França

• por

Nice, França – A F1 está de volta à Europa, depois de se apresentar em Montreal, no Canadá, de 7 a 9. A corrida do fim de semana no Circuito Paul Ricard, próximo a Marselha, no Sul da França, será a oitava do campeonato.

Já a F2 e a F3 voltam a suas atividades, no mesmo autódromo, depois de cerca de um mês de paralisação. A F2 realiza a sua quinta etapa e a F3, a segunda. A Youse está na F2, patrocina Sérgio Sette Câmara, piloto mineiro de 21 anos da equipe francesa DAMS.

Na F1, a grande pergunta que a prova de Paul Ricard irá responder, ou dar indicações, é se a Ferrari equacionou seus problemas técnicos, em especial o de fazer os pneus Pirelli atingirem a temperatura ideal, a fim de disponibilizar a máxima aderência.

No Canadá, o modelo SF90 dos italianos conseguiu explorar melhor os pneus o que, associado às características do Circuito Gilles Villeneuve, com longos trechos de aceleração plena, fez Sebastian Vettel, seu piloto, ser mais rápido que Lewis Hamilton, da Mercedes. Vettel só não venceu por causa da polêmica decisão dos comissários de o punirem.

Na volta à pista depois de escapar na curva 3 na 48ª volta, de um total de 70, Vettel teria deliberadamente fechado a porta de forma ilegal para Hamilton. A punição de cinco segundos o fez cair do primeiro para o segundo lugar. A Ferrari recorreu da decisão.

Essa dificuldade da Ferrari, de fazer os pneus trabalharem de acordo com o recomendado pela Pirelli, tem contribuído decisivamente para que Lewis Hamilton e Valtteri Bottas estejam invictos: venceram as sete etapas já disputadas. Hamiton, cinco. Bottas, duas.

Profissionais da F1 e fãs do evento no mundo todo querem saber se a Ferrari manterá na França a competitividade de Montreal e, dessa forma, Vettel e o parceiro, Charles Leclerc, poderão lutar com Hamilton e Bottas pela pole position e vitória, tornando o campeonato menos previsível.

Hoje, Hamilton lidera o mundial com 162 pontos, seguido por Bottas, 133. Vettel, terceiro, está longe, 100 pontos. Mesmo se alemão da Ferrari vencesse os dois próximos GPs, França e Áustria, e Hamilton não marcasse nenhum ponto, mesmo assim o inglês da Mercedes, cinco vezes campeão do mundo, manteria a liderança do campeonato.

Entre as equipes, a hegemonia da Mercedes a levou a somar 297 pontos diante de 172 da Ferrari. Cada time pode somar no máximo 44 pontos a cada etapa, 25 da vitória, 18 do segundo lugar e um ponto da melhor volta. A Mercedes tem 125 a mais da Ferrari. É uma vantagem enorme, em especial por estarmos relativamente no início da temporada. O calendário tem 21 provas.

F2

Na F2, Sérgio retomou, em Mônaco, de 23 a 26 de maio, o rumo dos melhores resultados. As duas etapas anteriores, Espanha e Azerbaijão, foram difíceis para o piloto. “Em Mônaco voltei a ter um bom ritmo no carro. Trabalhamos bastante na DAMS para voltar, aqui na França, ao nível do começo do campeonato”, afirmou.

Na abertura da F2, no Barein, de 29 a 31 de março, Sérgio foi duas vezes ao pódio: terceiro na corrida do sábado e segundo na do domingo. Depois dos GPs do Barein, Azerbaijão, da Espanha e de Mônaco, Sérgio é o sexto na classificação, com 52 pontos. O líder é o seu companheiro de DAMS, o canadense Nicholas Latifi, com 95, seguido de perto pelo holandês Nyck de Vries, da ART, com 94.

F3

Enquanto na F1 o Brasil não tem representantes e na F2, Sérgio, na F3 há dois pilotos brasileiros: o brasiliense Pedro Piquet, 20 anos, filho de Nelson Piquet, da italiana Trident, e o paranaense Felipe Drugovich, 19 anos, da Carlin.

A F3 só disputou o GP da Espanha até agora. Tanto Pedro quanto Felipe enfrentaram seus desafios em Barcelona e não marcaram pontos. Mas como Sérgio na F2 ambos têm potencial para crescer no automobilismo. Dependerá da sua evolução e de aproveitar as oportunidades que eventualmente surgirem.

O líder da F3 é o russo Robert Shwartzman, 19 anos, da italiana Prema, 37 pontos, com vitória na corrida do sábado, em Barcelona, e o quarto lugar no domingo.

Horários das corridas no fim de semana (hora de Brasília):

Sábado
05h30 – Primeira corrida da F3
11h45 – Primeira corrida da F2

Domingo
04h55 – Segunda corrida da F3
06h25 – Segunda corrida da F2
10h10 – Largada do GP da França de F1