Dicas que Sérgio Sette Câmara aprendeu com os mecânicos da F1

Do ajuste de suspensão aos pneus, o piloto ensina dicas simples pra você dirigir numa boa!

• por

Muitas das tecnologias presentes nos carros têm origem nas pistas de corrida. Não é à toa que a Fórmula 1, a categoria mais importante no universo das competições, se tornou um grande laboratórios de desenvolvimento de ideias. No meio de tanta tecnologia, o que será que os mecânicos da F1 têm a ensinar? A gente bateu um papo com o piloto Sérgio Sette Câmara, patrocinado pela Youse, e te conta tudo o que ele aprendeu nesses anos de automobilismo pra que você possa aplicar no seu dia a dia! 🙂

Saiba+: Relembre a história do Brasil na F1 com Sérgio Sette Câmara

Saiba+: Sérgio Sette Câmara fala sobre tecnologia, Fórmula-E e os desafios da F1

Sérgio Sette Câmara conta tudo o que aprendeu com os mecânicos da F1

Sérginho já passou por váárias categorias do automobilismo: kart, Fórmula-E, Fórmula 3, e, claro, a Fórmula 1. De lá pra cá, foram inúmeros aprendizados, principalmente quando o assunto é mecânica. “Comecei no automobilismo muito cedo, com seis anos. Naquela época, não tinha noção de como um carro funcionava, nem mesmo do que era dirigir. Fui aprendendo ao longo dos anos, principalmente pra ser capaz de reportar o que vivia dentro da pista aos engenheiros e mecânicos da F1. Sempre busquei absorver o máximo de informações possíveis e tenho certeza de que esses ensinamentos foram essenciais pra construção da minha carreira”, conta. 

Tá curioso pra saber quais são as três dicas de ouro do Serginho? Então, vem com a gente!

Dica número 1: atenção ao ajuste de suspensão

“A principal dica que aprendi foi de prestar sempre atenção ao ajuste de suspensão, um dos elementos que mais influenciam no comportamento dinâmico de um carro, tanto nas ruas quanto na Fórmula 1”, diz Serginho. É também um dos ajustes mais difíceis de ser feito em um carro de corrida, já que os pneus precisam não apenas estar o tempo todo em contato com o solo, seja qual for a condição, como também ser preservados por um número de voltas pré-estabelecido pela estratégia da equipe e do piloto. Esse ajuste milimetricamente calculado ajuda, e muito, na hora de dirigir!

Dica número 2: de olho nos pneus

Outra dica muito importante foi sobre pneus. Na Fórmula 1, eles exercem um papel fundamental nas estratégias das equipes, que devem fazer as escolhas ideais pra evitar a perda de posições nas trocas de pneus ou até ganhar posições nas paradas nos boxes. Os pilotos precisam utilizar determinados tipos de pneus para determinadas condições climáticas e condições da pista. E é claro que esse item também faz toda a diferença nas ruas e no dia a dia, uma vez que a calibragem ideal significa mais segurança e até menos gastos com combustível. Dá uma olhada nessa matéria aqui sobre isso!

Dica número 3: maneire na hora de frear

A terceira dica esperta que Serginho pegou com os mecânicos da F1 foi frear da maneira adequada. “É claro que nas pistas estamos em alta velocidade, até por isso os freios são feitos de carbono, que suporta temperaturas elevadas na hora do atrito. Mas ter esse olhar atento à forma de frear é muito importante também na nossa rotina nas ruas”, afirma.

Então, anota aí: cheque a suspensão, fique de olho nos pneus e aprenda a frear. Essas dicas parecem simples, mas podem fazer uma baita diferença no seu dia! Outra dica pra ficar numa boa é fazer o nosso Seguro Auto! Você confere quanto será o seu desconto e pode escolher só as coberturas e assistências que precisar pra montar um seguro que cabe no seu bolso! E se você quiser continuar descobrindo coisas super legais sobre carros e automobilismo, não deixe de acompanhar a gente por aqui e pelas nossas redes sociais! 🙂