Grávidas podem dirigir até quantas semanas de gestação?

Confira as dicas para você dirigir por aí de forma segura

• por
Imagem: GettyImages

A gente sabe que as futuras mamães já recebem muitas recomendações durante os meses de gestação. E na hora de dirigir não seria diferente! Conversamos com o Dr. José Montal, da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) para saber: grávidas podem dirigir até quantas semanas de gestação?

O que esperar no trânsito quando você está esperando

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não proíbe gestantes de dirigir por aí. Mas existem certos cuidados que podem dizer até quantas semanas grávidas podem dirigir. 

O Dr. Montal diz que é mais seguro ir como passageira. “De preferência, no banco de trás no assento do meio!” diz ele. Mas, se realmente precisar dirigir, a dica é básica para qualquer motorista: o banco deve ficar com a distância em que seus pés alcancem os pedais, dobrando levemente as pernas.

O cinto de segurança é imprescindível. Ele deve ter três pontos de apoio, com a faixa de cima passando no meio do peito e a de baixo passando abaixo do ventre, apoiada na região pélvica. Nunca em cima da barriga!

No entanto, conforme a gravidez avança, dirigir pode ficar complicado. A barriga pode aproximar do volante e tornar a viagem desconfortável e pouco segura. Aí, o jeito é afastar o banco um pouquinho para trás, sem tirar os pés do pedal. A distância entre você e o volante deve ser de, pelo menos, 25 cm.

Isso pode ser um indicativo de que é hora de dar um tempo como motorista, viu? Para gestantes baixinhas, principalmente, já não é mais recomendado, já que fica difícil alcançar os pedais dessa forma. 

Bom, falando em semanas, o ideal é que a gestante pare dirigir quando estiver no oitavo mês de gestação, ou seja, de 31 a 35 semanas – Dr. José Montal 

Saiba+| Como mulheres podem pegar carona numa boa

Saiba+| Como dirigir com crianças dentro do carro

Cuidados extras

O Dr. Montal também dá outras dicas bem práticas como: “planejar o caminho, não dirigir na hora do rush, preferir caminhos mais tranquilos e vias com velocidade reduzida”. Além disso, é importante ter controle sobre os efeitos da gravidez tipo enjôo e pressão arterial para não passar mal no meio do trajeto, beleza?

Por isso, leve um “kit” de coisas que pode precisar, como lanchinhos e água, para evitar um jejum muito prolongado e câimbras. O calor e a falta de hidratação podem diminuir a pressão arterial e provocar sonolência e vertigem. E faça algumas paradas ao longo do trajeto! 

Os pés também podem ficar inchados e é comum trocar o tênis e sapatos fechados por rasteirinhas. Mas é bom lembrar que o CTB proíbe dirigir “usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais”, tudo bem?

Quanto tempo esperar para voltar a dirigir depois do parto?

Cada gravidez tem as suas peculiaridades. “Em cesáreas, o tempo de cicatrização é maior. Mas geralmente depois de 30 dias já pode dirigir. Porém, é um momento em que o bebê exige muita atenção e é incomum as mamães dirigirem por aí nesse período” diz o Dr. Montal.

É muito importante também  que você e o seu bebê estejam seguros. Com o Seguro Auto Youse você escolhe as coberturas e assistências para ficar protegida em qualquer situação. 

Imagem ilustrativa

Viaje em segurança

Antes de dirigir, pode contratar um Seguro Auto para você o seu bebê ficarem numa boa. Veja quais coberturas e assistências combinam com o seu trajeto no dia a dia e feche o contrato direto no aplicativo.

Contrate agora
Youse - Caixa Seguradora