Novo RG: ainda preciso andar com a CNH?

Segundo o Governo Federal, todos os estados devem aderir ao novo documento até março

• por

A Secretaria de Segurança Pública liberou, no dia 20 de agosto do ano passado, a emissão da nova carteira de identidade. O novo RG une dados de outros documentos e informações importantes, como números do título de eleitor e da carteira de trabalho, tipo sanguíneo e, claro, o número da CNH.

Além dessa novidade, o novo RG está menor e conta com um QR Code para garantir a autenticidade do documento e segurança contra falsificações. 

Saiba+: Saiba como usar a Carteira de Motorista digital (eCNH)

Saiba+: Perdi minha CNH e agora? Saiba como solicitar a segunda via

Mas e aí? Será que o novo RG substitui a CNH? 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, órgão responsável pela emissão do documento em São Paulo, apesar dos novos parâmetros, o novo RG não substitui a CNH mesmo que ambos os documentos tenham a mesma informação.

Ou seja, ainda é preciso andar com a carteira de habilitação ou com a versão online no seu celular, beleza?

A versão antiga do RG também continua valendo. Aqueles que forem tirar a identidade pela primeira vez ou que precisarem de uma segunda via já terão acesso à nova carteira de identidade. 

Para agendar e tirar o Novo RG é só entrar no site do Poupatempo

As mudanças estão previstas no Decreto Federal nº 9.278/2018, que padroniza o documento em todo o país. Outros estados como Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Acre, Maranhão, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul já aderiram o novo documento. Todos os estados devem ter a nova regulamentação até março de 2020