Vale a pena instalar ar-condicionado no carro?

Pra fugir do calor, o ar-condicionado pode ser um grande aliado!

• por
Imagem: GettyImages

Em dias de calor, ligar o ar no geladinho deixa o ambiente do veículo uma delícia. Mas e se o seu carro não tiver esse equipamento? Conversamos com o engenheiro Francisco Satkunas, engenheiro da SAE Brasil, para descobrir se vale a pena instalar ar-condicionado no carro.

Hoje, o ar-condicionado é um item de fábrica. Quando você escolhe esse acessório na hora de comprar o seu carro, todo o projeto dele fica diferente. Tudo é dimensionado para permitir um ar-condicionado no funcionamento do veículo.  

Segundo Francisco, instalar ar-condicionado no carro era algo muito comum. “Dava para comprar os kits prontos com manual e tudo. Mas hoje voltou a ser um equipamento popular por causa dos aplicativos de caronas, que demandam carros com ar para a prática do serviço”, diz. 

Como instalar ar-condicionado no carro?

Agora, se o seu modelo não tem, aí é o caso de procurar um profissional que possa instalar ar-condicionado no carro. Se prepare: não é um serviço barato, viu? Dependendo do modelo do carro, o preço custa, em média, R$ 2.500, incluindo equipamento e instalação.

Um ar-condicionado para carro funciona assim: o sistema é composto por um gás, que circula por vários componentes do veículo, com fases de alta e baixa pressão. Ou seja, a conexão desse sistema precisa ser muito bem feita para evitar que esse gás escape quando o carro passar por buracos ou curvas. 

Saiba+| Vale a pena instalar Central de Multimídia?

Saiba+| Vale a pena instalar sensor de estacionamento?

Um vazamento, mesmo que bem pequeno, pode afetar o funcionamento do ar. Por isso, o profissional deve estar atentíssimo na hora de instalar o ar-condicionado no carro. 

Francisco diz que na parte elétrica é preciso priorizar dois elementos: o compressor, que tem uma embreagem eletromagnética de 10A, e a ventoinha, que faz com que a ventilação circule, e tem 30A. Para esses dois componentes, a fiação precisa ser compatível.

Essa fiação é chamada de chicote elétrico, um componente composto por uma variedade de cabos e que é responsável por conduzir a energia para outras partes do veículo. É ele quem também irá conduzir energia para o ar-condicionado. 

Um chicote mal-dimensionado pode derreter devido à sobrecarga. A bateria do carro também deve ser trocada para uma de amperagem maior, beleza? Aliás, se o veículo for 1.0, você pode precisar desligar o ar nas subidas. Com ele, o desempenho do motor cai e o consumo de combustível sobe. 

Ar-condicionado para carro: vale a pena?

Com tudo isso, é de se esperar que o veículo valorize mais depois de instalar ar-condicionado no carro. Só que não… “Quando você compra um acessório, você nunca vai ter certeza de recuperar o que investiu. Eu não instalaria para vender”, recomenda Francisco. Ou seja, é melhor focar em benefícios como o conforto de fugir do calor e a segurança de poder dirigir de vidros fechados. 

Outro benefício é que esse tipo de carro é aceito aqui na Youse e você pode fechar o seu Seguro Auto numa boa. Assim, você fica protegido se alguma coisa acontecer com você ou com o seu veículo.

Imagem ilustrativa

Um seguro auto #TipoVc

Ao escolher as coberturas e assistências, você confere o valor de quanto ficará o seu seguro na hora. Depois, é só fechar o contrato direto no app.

Ver quanto custa
Youse - Caixa Seguradora