Os problemas de deixar o carro parado por muito tempo

• por
carro parado há muito tempo carro parado há muito tempo

Você já se perguntou o que acontece quando deixa o carro parado por muito tempo? A verdade é que o estrago não atinge só aqueles que a gente vê abandonados pela rua. Deixar seu veículo estacionado enquanto faz uma viagem mais longa também pode danificar algumas peças. Conversamos com o proprietário da oficina de funilaria e pintura Polimentos Roberto, Roberto Gozzo, e o engenheiro Erwin Franieck, da SAE Brasil para descobrir como evitar esses problemas.

Combustível

Segundo Roberto, o combustível é o grande vilão do carro parado por muito tempo. A gasolina seca e pode desencadear várias problemas na bomba, válvulas, bicos injetores e em toda a tubulação por onde o líquido passa. Outro perigo é dar a partida com o carro seco e riscar os componentes do motor. Além disso, de acordo com Erwin, a gasolina pode formar sedimentos que não se dissolvem e acabam entupindo as tubulações.

Cuidados: Para preservar o motor, Roberto indica dar a partida e as primeiras voltas sem compressão. Isso ajuda a lubrificar as peças e evita riscos. O ideal se for deixar o carro parado também é ligar o motor um vez por semana de 20 a 30 minutos.

A dica do engenheiro Erwin para evitar o desgaste do combustível é abastecer o carro com uma gasolina aditivada, que tem maior durabilidade. Se tiver problemas com entupimento em um modelo flex, você também pode abastecer com álcool aos poucos assim que voltar a usar o carro para fazer uma limpeza.

Fluidos

O envelhecimento dos fluidos também pode danificar vários componentes do carro parado por muito tempo. Roberto explica que nos freios, por exemplo, o óleo desgastado por travar as pinças que atuam na frenagem das rodas. O sistema de arrefecimento do motor é outro componente que pode sofrer corrosão por causa do envelhecimento do líquido refrigerante.

As peças mais sensíveis também são as que têm contato com líquido, como mangueiras de plástico e peças de borracha. Ah, e para quem tem carro automático, não é bom deixar esgotar o fluido de câmbio.

Cuidados: Se for deixar o carro parado por muito tempo, é possível fazer um trabalho em oficinas especializadas para esgotar todos os fluidos e deixar o carro seco. Funciona como um preparação para que o veículo possa “hibernar”. Aí, quando chegar a hora de virar a chave novamente, é só adicionar os fluidos normalmente.

Pintura

No caso da pintura, é preciso analisar se é original, que tem maior resistência e durabilidade, ou uma repintura. Com o tempo, a tinta também sofre com a oxidação, se deteriora e pode deixar o carro manchado.

Cuidados: Roberto indica deixar o carro parado sempre em local coberto e, de preferência, com uma capa protetora. O ideal para preservar a cor é passar um pano úmido para remover a poeira e encerar o carro a cada 6 meses.

Pneus

O engenheiro Erwin Franieck, da SAE, explica que parar o carro com os pneus meio murchos deixa as borrachas deformadas na área que fica em contato com o solo. Isso causa um defeito de rolagem no carro.

Cuidados: Para evitar esse tipo de dano, Roberto Gozzo recomenda não deixar pneus diretamente no chão e sim sobre cavaletes.

Saiba +: Conheça a assistência Youse de reparos completos

De olho nos freios e na infiltração

Também podem surgir problemas no freio de mão ao deixar o carro parado por muito tempo. Segundo Erwin, se o veículo ficar em um ambiente úmido os componentes do freio podem começar a oxidar e deixar a frenagem irregular ao longo do tempo. A umidade também pode deixar o carro embolorado se ele for fechado com problemas de infiltração. A dica do Roberto é dar uma olhada embaixo dos carpetes antes de parar o carro.

….

Ei, você já conhece o Seguro Auto da Youse? Com ele, você tem coberturas e assistências para reparos básicos e até mesmo consertos mais complicados. Clique aqui e saiba mais!