7 dicas pra renovar o cantinho do home office

Já que o trabalho em casa veio para ficar, reorganize seu espaço para ser mais produtivo

• por
Imagen: GettyImages

Quando ficamos sabendo da pandemia, adaptamos a vida, a rotina e até nossa casa pra o que acreditávamos ser um momento provisório de isolamento. O home office é o exemplo perfeito: achamos um espacinho na mesa da sala pro computador, arrumamos as prateleiras que aparecem nas chamadas de vídeo e pronto, parece que temos um escritório. 

Mas a pandemia não acabou, né? Quase um ano depois, já entendemos que usar as cadeiras da mesa de jantar o dia todo acaba em dor nas costas, o barulho da sala só atrapalha reuniões e levar trabalho pro quarto é dormir mal na certa. 

Saiba+: 5 ideias e inspirações pra você decorar a casa gastando pouco

Saiba+: #ModoCasa: 15 dicas pra ficar em casa numa boa 

A gente aqui da Youse entende o desconforto e quer ajudar a aprimorar o home office com dicas simples. Confira as ideias do arquiteto Felipe Felamingo, da Arquitetura Modo, pra otimizar seu escritório e criar um cantinho de trabalho confortável ainda mais #TipoVc.

Que haja luz 

via GIPHY

Você montou seu home office onde era mais prático, mas começa a tarde e parece já estar de noite? Vamos achar a luz! “Nosso corpo é biologicamente preparado pra reagir a luz natural, nada melhor do que usá-la ao nosso favor”, comenta Felamingo. Então, mude o escritório pra ambientes próximos à janela. O ideal, segundo o arquiteto, é que a iluminação natural seja lateral, assim ela não ofusca a imagem do computador e nem faz sombra no espaço. 

Luz artificial é bem-vinda 

Não tem janela? Tudo bem, luz artificial te salva. “Lâmpadas têm variações de temperatura, temperaturas altas deixam a luz mais branca, e baixas deixam amarela. Sugiro lâmpadas de 3000 a 4000K, pode falar assim mesmo que vão te entender nas lojas”, diz Felamingo. 

A indicação tem fundamentos: luz muito branca desperta, mas também é cansativa pra vista, enquanto a amarela relaxa e pode lesar a produtividade, a lâmpada escolhida é um meio termo, não ofusca os olhos e não dá sono. 

Luminárias também são recomendadas. “Aconselho investir em uma luminária de mesa, ajuda muito se a iluminação do cômodo não for suficiente e podem deixar mais estiloso”.

Pequenas mudanças, grandes resultados

Ficar olhando pro mesmo lugar é exaustivo, mas ações minúsculas ajudam a revigorar o cantinho. “Pode até soar besta de tão simples: mude a cadeira de posição, deixe de olhar pra cozinha e olhe pra sala. Uma troca pequena renova os ares”, fala Felamingo. 

Também é importante pensar no que te estimula. Trabalhos mais criativos combinam com ambientes mais inspiradores, o que pode significar decorar com fotos, impressões de memes ou frases, livros. Por outro lado, trabalhos mais processuais demandam mais atenção e menos objetos chamativos, valem soluções como vasos e plantas à sua volta. 

Cores podem ser arriscadas

Cores são uma boa ideia, mas tome cuidado nas escolhas. “Cor é gosto, cada um tem uma opinião. Eu indico o livro ‘A Psicologia das Cores’, de Eva Heller,  pra ter mais informações antes de passar o pincel”, afirma o arquiteto.

Existem teorias que vermelho e amarelo, cores quentes, transmitem mais energia e te deixam mais alerta, enquanto azul e verde, cores frias, acalmam. Você pode testar pra entender o que mais gosta e o que busca como resposta.

Promova o espaço de trabalho a escritório

Pra não confundir onde é o espaço de trabalho e onde é sua casa e seu lazer, é importante organizar espaços. “Isolar o espaço de trabalho ajuda a aumentar o foco e diminuir a ansiedade. Usar objetos como porta-lápis, desk pad, organizadores ou um gaveteiro, oficializam que ali é um escritório e facilitam você desligar do trabalho ao sair do espaço”.

E fica a dica: para evitar tentações, como se jogar no sofá ou na cama, uma boa ideia é deixar o escritório em um local que exija um pequeno deslocamento, nem que seja do quarto para sala, se afastando de objetos que podem te seduzir durante o expediente. 

Veja nossa playlist pra trabalhar em casa numa boa!

Bonito e confortável

Não adianta estar lindo, mas dar dor nas costas. Trabalhar da cadeira da sala de jantar mostrou que vale priorizar o investimento em uma boa cadeira de trabalho. Fique atento se o encosto é confortável, se há mobilidade nas costas, se permite uma leve inclinação, se você consegue pôr os pés no chão e se mantém as pernas altas, em um ângulo de 90º graus entre coxa e panturrilha. 

“Pra melhorar a qualidade do home office também vale conferir se a tela do notebook está na altura dos olhos, isso evita dores no pescoço e nuca. Você pode colocar livros embaixo do laptop pra ficar mais alto,” indica o arquiteto. 

Clima e barulho importam 

Ninguém trabalha feliz com calor ou frio, pense nisso para aperfeiçoar seu home office. “É bom ter um lugar ventilado e perto da janela, a troca de ar dá uma sensação gostosa, anima. Se puder deixar a janela aberta é ótimo”, diz Felamingo. 

O que pode atrapalhar é o barulho que, dependendo da localização, impede de manter janelas abertas. Nesse caso, puxe o ventilador mais próximo e não passe perrengue. 

Por fim, vale lembrar: se a sua casa é do seu jeito, porque seu seguro não pode ser? Conte com o Seguro Residencial Youse, escolha as coberturas e assistências que deseja e feche o contrato pelo celular, na palma da sua mão!