Museu do Louvre: 8 curiosidades sobre o museu mais visitado do mundo

Em homenagem ao aniversário do museu, a gente te conta tudo sobre ele!

• por
Imagem: GettyImages

É quase impossível pensar em museus sem pensar no Louvre. Além de um dos maiores do mundo, com incríveis 72.735 metros quadrados, ele também é o mais visitado, recebendo cerca de 15 mil pessoas por dia. Sim, é isso mesmo que você leu: 15 mil pessoas por dia! E não é só isso, não, são 2.290 funcionários envolvidos na manutenção do espaço, além de uma brigada própria, com 48 bombeiros que ficam à disposição 24 horas. Dá para imaginar que um lugar assim tenha um monte de curiosidades que ninguém conhece, né? Pra comemorar o aniversário de 227 anos do Museu do Louvre, comemorado em agosto, a gente vai te contar algumas delas! 🙂

Saiba+: Arte e cultura: Paço das Artes completa 50 anos com acervo online

Saiba+: Explore a cidade: conheça o Museu da Imagem e do Som

Tudo sobre o Museu do Louvre

Já foi fortaleza, castelo e escola de artes!

Originalmente, o Louvre foi encomendado em 1190 pelo rei Filipe II pra proteger a cidade de Paris e, a partir do século 14, se tornou residência real. Em 1692, quando já não havia reis morando no local, ele foi ocupado pelas escolas de arte Académie des Inscriptions et Belles-Lettres e pela Academia Real de Pintura e Escultura, que permaneceram lá por 100 anos! Foi só em 1793, durante a Revolução Francesa, que a Assembléia Nacional Constituinte decretou que ele deveria ser usado como museu pra exibir as obras-primas do país. Ele foi inaugurado oficialmente no dia 10 de agosto, com uma exposição composta por 537 pinturas!

Existia um ministério dentro do museu

É verdade! O museu abrigou o Ministério da Fazenda de 1871 a  1989, na ala chamada Richelieu. Ele só saiu de lá porque o então presidente François Mitterrand decidiu dedicar todo o espaço às artes, transferindo o ministério para um edifício em Bercy, no extremo leste de Paris.

Pra frentex

Imagem: unsplash

A famosa pirâmide do Museu do Louvre causou bastante controvérsia quando foi adicionada ao projeto original, em 1989. Feita toda de vidro e metal, ela foi projetada pelo arquiteto americano I.M.Pei e tem 21 metros de altura. Na época, muitos disseram que a geometria era futurista demais e parecia completamente fora de lugar em frente ao museu, conhecido por sua arquitetura clássica. Mal sabiam eles que a pirâmide se tornaria o maior símbolo do Louvre! 

Três Louvres? 

O que muita gente não sabe é que o Louvre de Paris não é o único no mundo. Existe outros dois. Um fica em Abu Dhabi, fundado em novembro de 2017 quando o governo local decidiu investir na área de cultura. Foi investido cerca de um bilhão de dólares para o aluguel do nome e de algumas obras do museu francês. O outro fica na cidade de Lens, no norte da França, e foi criado em 2012 pra abrigar exposições itinerantes de peças selecionadas do acervo do museu parisiense. Vale a pena colocar no roteiro de viagem! 

Mona Lisa, é você?

Se você sonhava em ver o famoso quadro da Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, de perto, provavelmente teve uma “decepçãozinha” quando chegou no museu, né? Muita gente comenta que o quadro parece bem maior do que é na realidade: ele mede apenas 53 x 77 centímetros, só um pouquinho maior que metade de uma cartolina!

Imagem: unsplash

Art Attack francês

Em 1608, Henri IV convidou um time de artistas ao Museu do Louvre para recriar obras de arte das suas coleções. E essa tradição continua até hoje! Todo ano, o museu seleciona de 150 a 200 artistas pra passar três meses fazendo releituras de suas obras. Pra se inscrever, é preciso entrar no site do museu e colocar seus dados – já vale dizer que a lista de espera é de “só” dois anos! Mas a experiência é tão incrível que vale a pena esperar, né?

Gambiarra francesa

Imagem: unsplash

Você provavelmente já conheceu alguém que comprou uma mesa ou um sofá na internet e, no dia da entrega, ele não entrava no elevador do prédio. Bom, foi mais ou menos isso que aconteceu com a pintura Wedding Feast at Cana, de Veronese, a maior pintura do Museu do Louvre. Ela tem mais de 10 metros de comprimento, então já dá pra imaginar que sua chegada ao museu não foi nada fácil! Quando Napoleão conquistou a Itália, em 1797, ele invadiu mosteiros e igrejas do país em busca de obras de arte para trazer de volta à França – e uma delas era a obra de Veronese. Para transportar a enorme pintura, ele decidiu cortar ela ao meio durante a viagem, e ao chegar no Louvre, foi costurada de volta. Simples assim! Hoje, você ainda pode ver a linha em que a pintura foi cortada e montada novamente! 

A volta ao museu em 200 dias

Imagem: GettyImages

Não é brincadeira, não! Pra ver todas as 35 mil obras de arte do Museu do Louvre, você levaria 200 dias – e isso se você só demorasse 30 segundos pra ver cada peça. Mas veja pelo lado bom, isso significa que você pode visitar o Louvre várias e várias vezes e a experiência sempre vai ser única! 🙂

E se você ama museus, como a gente, aí vai uma dica: o Paço das Artes e o MIS estão com uma programação incrível! Continue acompanhando o Start que a gente sempre traz as novidades desses museus por aqui!