Vai adotar um pet? E agora?

Saiba quais são os cuidados iniciais para deixar o bichinho numa boa

• por
Foto: Getty Images

Tomar a decisão de adotar um bichinho de estimação é algo cercado de empolgação, sonho e fofurice! Mas antes de mais nada é preciso avaliar o seu estilo de vida, sua casa e o tempo que terá disponível. Afinal de contas, ele será seu melhor amigo e é preciso se organizar para retribuir esse amor com todo o cuidado que ele merece.

Por isso, a gente foi atrás das dicas que ninguém conta para te ajudar a curtir esse momento numa boa!

Saiba +:  Cuidados com a vacinação contra raiva para pets | Start (youse.com.br)

Saiba +: Tudo o que um pai de pet de primeira viagem precisa saber | Start (youse.com.br)

 

Mi casa es su casa

Com a nova rotina, todos os moradores da casa precisam estar comprometidos com o cuidado dos pets. Cachorros e gatos adoram passar tempo perto de seus tutores, por isso, é importante preparar o espaço para receber os novos membros da família. Se você mora em um apartamento, por exemplo, é fundamental colocar tela nas janelas e varandas para proteger seu bichinho e evitar acidentes. Além disso, manter um cantinho só deles com uma cama aconchegante e brinquedinhos evita que eles queiram subir nos móveis ou em locais inadequados. 

Higiene 

Manter os potinhos de comida sempre limpos e uma vasilha de água fresquinha é o primeiro passo para cuidar bem do seu bichinho. Os gatos gostam especialmente de beber em água corrente, sendo uma ótima opção as fontes que filtram e mantêm um fluxo contínuo. 

Cortar as unhas, escovar os pelos e cuidar dos dentes não é só questão de beleza e vaidade. Além de criar uma conexão entre o tutor e o animal, a escovação remove os pelos soltos e células mortas, e ainda evita a formação de bolas de pelos no estômago dos gatinhos. As unhas bem cortadas melhoram a locomoção e a saúde ortopédica dos pets. Já o cuidado dentário evita a formação de tártaro. Mas se seu bichinho não for muito amigo da escova de dente, vale a pena optar por mordedores e biscoitos que auxiliam na higiene dos dentes.  

Check-up em dia

Para uma adoção responsável, é preciso manter os cuidados com a saúde do pet em dia. Assim como as pessoas, os bichinhos também possuem o seu próprio calendário de vacinação. A antirrábica é distribuída gratuitamente pelos centros de zoonose e deve ser aplicada anualmente em cães e gatos a partir dos 3 meses de idade. Além dela, é possível criar um calendário personalizado de acordo com a espécie (cão ou gato) e o local onde você mora. Dependendo do ambiente, alguns vírus e parasitas são mais frequentes, por isso é fundamental manter a imunidade dos pets em dia para evitar doenças. E fique de olho: não é recomendado sair para passear e nem colocar o novo pet em contato com outros bichinhos antes de estar com as vacinas em dia. Além do esquema vacinal, vermífugos e remedinhos contra pulgas e carrapatos ajudam no cuidado e prevenção de doenças. 

O que ninguém conta é que os bichinhos esterilizados podem viver mais e com menos doenças, além de evitar ninhadas não desejadas. Por isso, a maioria das ONGs que promove a adoção de animais já entrega os bichinhos vacinados, vermifugados e castrados, além de dar todo o apoio e recomendações de cuidados. Uma ótima pedida para os tutores de primeira viagem!

Alegria em dobro

Os pets são grandes companheiros e trazem muita alegria, então, manter seu amigo feliz agora será parte da rotina dos seus novos tutores! Cachorros e gatos precisam de atividades físicas, brincadeiras e interação, por isso, é importante separar algumas horas do seu dia para jogar bolinha, levar para um passeio ou só ficar fazendo um denguinho neles.  

Se você passa muitas horas fora de casa, existe a possibilidade de deixar seus bichinhos em uma creche! Além de mantê-los ocupados, o day care auxilia no adestramento e na socialização dos pets (e eles adoram!), além disso, os dog walkers podem ajudar a manter uma rotina de passeios diários e deixar seu cachorro saudável e feliz. Muitos profissionais que prestam esse tipo de serviço também possuem formação como adestradores e podem dar umas aulinhas e ensinar uns truques para o seu novo amiguinho. E se não tiver jeito e você precisar deixar o seu pet sozinho por algumas horas, separe alguma peça de roupa velha para que ele sinta o seu cheiro e não fique com tanta saudade!

S.O.S 

A conexão entre os animais de estimação e seus donos cresce com a convivência e o passar do tempo e parece até que a gente se entende sem precisar dizer nada! Mesmo assim, é importante ficar atento, pois dificilmente nós percebemos quando eles podem estar adoecendo. Alterações no apetite, peso, ou no comportamento devem ser observados com atenção e podem ser indicativos que algo não está bem. É nessas horas que os Yousers podem contar com a assistência para os pets para dar aquela força se pintar uma emergência ou até para manter seu pet com a saúde em dia. 

Se você ainda estava em dúvida sobre a adoção de um bicho de estimação, já sabe que vai ter um companheiro fiel e inseparável por muitos anos! #AdotareTudoDeBom