Dia da Mulher: Liberdade para ser quem você é de verdade

“Somos pessoas completamente diferentes, mas a gente está sempre se apoiando”

• por

 

A Youse sempre valorizou e incentivou mulheres que possuem a coragem de ousar e estão a frente de seu tempo. Sabemos que ainda há muito a se alcançar, mas acreditamos que as mudanças surgem através de exemplos que nos inspirem e nos façam questionar nossas atitudes. 

 

Exemplos são um dos principais modos de inspiração. Por isso, neste Dia das Mulheres, a Youse ouviu três gerações de mulheres de uma mesma família para entender como o exemplo dado pela matriarca inspira as novas gerações a serem quem realmente são.  A avó Dirce, 73 anos, a filha Lízia, 55 anos, e a neta Bel, 31 anos, dividem o mesmo teto há quatro anos e juntas descobriram que a ousadia, a autenticidade e o jeito #TipoVc de encarar a vida são capazes de abrir muitas portas.

Saiba+: Dia das Mulheres na Ciência: Conheça a história delas, que transformaram o setor tecnológico

Saiba+: Dia dos Avós: 4 histórias que vão te fazer rever o conceito de terceira idade

Idade sem tabu

Quebrando todas as expectativas, Dona Dirce Ferreira, com mais de 70 anos de idade, se tornou influencer digital. A ‘nova’ profissão surgiu após ela reproduzir um ensaio sensual em sua casa em Uberlândia, no estado de Minas Gerais. 

Bel e Dirce acharam as fotos bonitas e resolveram publicá-las no Instagram. Não deu outra: bombou. Em poucos dias Dirce já acumulava milhares de seguidores que se diziam encantados pela ‘vovó’ cheia de energia.  

Lízia, filha de Dirce e mãe de Bel, conta que quase caiu para trás ao ver as imagens da mãe na Instagram. “Eu nunca pensei nisso antes, ver ela fazendo pose sensual ou pose de lingerie. Mas pelo jeito dela de ser, a gente levou isso com muita naturalidade em um instante”, conta aos risos. Para Lízia, sua mãe faz o importante papel de questionar o lugar da mulher. Se a mãe não se importou com os julgamentos porque ela iria se importar? “A mamãe é um espetáculo. Tudo o que ela se propõem a fazer, ela faz o melhor.”

Com o sucesso do primeiro ensaio elas resolveram investir na oportunidade de negócio e foram expandindo o repertório. Entre receitas e fotos de flores no quintal de casa, Dirce surpreende seus 192 mil “seguinetes”, apelido carinhoso que deu aos seguidores, fazendo desafios de dança, rebolando ao som dos funks do momento ou mesmo reproduzindo fotos sensuais de outras mulheres que admira, como Xuxa e Madonna.

Para aqueles que se impressionam, Dirce garante que a sua personalidade forte não é coisa de hoje. “Toda a vida eu fui a Dona Dirce mesmo. Era a Dona Dirce lá do hospital, a Dona Dirce da lojinha e hoje a Dona Dirce do Instagram.”

Apoio irrestrito

Na família, o sentimento é de orgulho. “A ousadia e a autenticidade sempre foram característica da minha família” explica Bel. Com o sucesso do perfil do Instagram, Bel se dedicou a assessorar a carreira da avó e, assim, estreitar ainda mais a relação das duas.

Para Bel, trabalhar com a avó elevou a relação delas para outro patamar de admiração. Sem esconder o sorriso no rosto, ela conta animada como o esforço da avó nas redes sociais tem rendido experiências únicas para a família. “Graças ao Instagram, ao nosso trabalho juntas, eu vi a minha avó conhecer o mar, que ela não conhecia. Eu vi a minha avó andar de avião, que ela nunca tinha andado. Eu vi minha avó ser entrevistada por pessoas que a gente via pela televisão. E eu estava ali, do lado dela, segurando a mão dela, junto com ela”, conta


crédito: reprodução instagram

O trabalho de Dirce e Bel voou tão alto que chegou aos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. Em agosto de 2019, elas foram convidadas do programa Encontro com Fátima, da Rede Globo, e ressaltaram que o Instagram é, além de um brincadeira, um grande incentivador para as mulheres se preocuparem menos com julgamentos alheios e mais com seus próprios desejos e ambições. 

E os planos de Dona Dirce, no que depender dela, não tem data de validade, não. “Os meus objetivos para o futuro são tantos que quem vê pensa que eu ainda tenho mais 100 anos pela frente”, brinca. Após ter seu mundo expandido pelo impacto das redes sociais, ela quer mais. No momento, seu principal desejo é que o dia tivesse mais de 24 horas para assim dar conta da rotina intensa de influencer com a oficina de costura que ainda mantém na cidade.

Mulheres que inspiram 

Para as três mulheres da família Ferreira o Dia das Mulheres é um lembrete constante que as mulheres podem mais e podem ser quem realmente quiserem. “Acho que há muitas avós que gostariam de fazer o que eu faço, mas os netos, os filhos ou a religião não permitem e elas se divertem comigo”, Dona Dirce fala enquanto explica que a busca por liberdade feminina é constante e deve ser para todas as idades.

Dentro de casa, a inspiração da família é a matriarca. “A minha mãe me inspira pela coragem dela. Ela não tem medo de nada”, afirma Lízia, a mãe de Bel. Segundo ela, a mãe é um grande exemplo de inquietude e determinação. “Minha mãe não tem amarras, não tem travas. Ela não tem isso de se preocupar com o que o outro vai falar”, completa. 

A liberdade, tão bem vivida e explorada por Dona Dirce é o desejo de Lízia e Bel, e também o da Youse, para as mulheres da atualidade e do futuro. “A mulher ficou anos sem expressão na sociedade por muito tempo e é muito bom ver, hoje, mulheres de todas as idades, como a minha mãe, conseguindo espaço”, afirma.  Por isso, neste Dia Internacional da Mulher a Youse deseja a todas as mulheres que a coragem, a ousadia, a autenticidade e o estilo #TipoVc da Dona Dirce sirvam de inspiração para que as mulheres continuem aprendendo, se inspirando e se apoiando uma nas outras em suas caminhadas para poderem ser quem são de verdade.