#ModoCasa: 8 shows históricos pra você reviver sem sair de casa

Separamos alguns shows para você cantar e dançar no conforto do seu cantinho

• por
Imagem: GettyImages

Cantar sua música favorita, ficar mais próxima de um ídolo e sentir a energia que só shows históricos são capazes de proporcionar. Já pensou em fazer tudo isso sem sair de casa? Em tempos de isolamento social, a internet é capaz de unir fãs e quebrar algumas barreiras de espaço e tempo. Então, é só ativar seu #ModoCasa porque a gente separou oito shows históricos para os apaixonados por música passarem por esse momento com menos saudade dos palcos. Confere aí!

Saiba+: #ModoCasa: 5 livros que te ensinam como controlar a ansiedade

Saiba+: #ModoCasa: 14 apps e jogos online pra ficar sempre conectado com os amigos

Confira 8 shows históricos pra você curtir 

Nina Simone – Festival Montrex (1976)

Quem nunca ouviu Nina Simone interpretando o hit “Feeling Good”, precisa fazer isso já! A apresentação no festival de Montreux, em 1976, faz a gente recordar de uma das artistas mais influentes de seu tempo. Provocadora e única, Nina canta músicas como “Little Girl Blue”, “I Wish I Knew (How It Would Feel to be Free)”, “Stars” e “Feelings”. A cantora foi também pianista e compositora e se destacou como ativista pelos direitos civis dos negros. Ótima pedida pra ficar numa relax em casa!

Van Halen – US Festival (1983)

Um dos shows históricos aconteceu em maio de 1983. A banda de rock Van Halen fechou o US Festival, no Glen Helen Regional Park, em San Bernardino, Califórnia. O festival ainda contou com a participação de artistas como Scorpions, Judas Priest, Ozzy Osbourne, Triumph, Motley Crue e Quiet Riot.  Além de ser o headliner do festival, eles ficaram conhecidos pela cachê recorde: 1 milhão de dólares. Eles até entraram no Guiness Book! Um show histórico e imperdível, né?

Queen – Rock in Rio (1985)

Uma das maiores bandas de rock da história marcou presença na primeira edição do festival Rock in Rio, realizada em 1985, aqui no Brasil. A banda, liderada pelo vocalista Freddie Mercury, se apresentou nos dias 11 e 18 de janeiro. O primeiro dia estabeleceu um recorde de público, com 300 mil pessoas. A apresentação é lembrada até os dias de hoje como uma das mais icônicas da história. A setlist incluiu músicas como “We Will Rock You”, “We Are the Champions”, “I Want to Break Free”, “Bohemian Rhapsody” e “Love of my Life”, cantada em uníssono pelos fãs. Quem viu o filme – ou esteve lá! – vai se lembrar dessa cena.

Michael Jackson – Londres (1988)

Em 1988, Londres inteira parava para assistir ao rei do pop. A apresentação aconteceu no Wembley Stadium, para uma multidão de 72 mil pessoas, incluindo até a presença de membros da família real, como a princesa Diana. Com certeza um dos shows mais históricos do artista! 

Paul McCartney – Rio (1990)

As vindas do ex-Beatle ao Brasil já renderam 27 shows para os fãs, mas é claro que a primeira vez é sempre mais especial. Em 1989, Paul McCartney saiu em turnê com The Paul McCartney World Tour. Era uma superturnê, com 104 datas de apresentações pelo mundo todo. Com ela, Paul quebrou um recorde mundial: o maior público para uma apresentação de um artista solo – e isso aconteceu em solo brasileiro! Foi em abril do mesmo ano, em um show para 184 mil pessoas, no Maracanã, no Rio de Janeiro. O show também foi o mais rentável da turnê, gerando mais de 3,5 milhões de dólares. Prepare-se pra cantar e pular muito!

Led Zeppelin – Londres (2007)

O Celebration Day é muito lembrado pelos fãs de Led Zeppelin. O concerto aconteceu depois de 19 anos da banda longe dos palcos, para um público de 18 mil fãs, na O2 Arena, em Londres. O vocalista Robert Plant, o guitarrista Jimmy Page e o baixista John Paul Jones foram acompanhados pelo baterista Jason Bonham, que substituiu o pai, John Bonham, para um show em homenagem a Ahmet Ertegün, fundador da Atlantic Records e amigo de longa data da banda. Emocionante!

Metallica – Munique (2015)

A banda está fazendo a alegria da galera que tá em casa. Durante a quarentena, o Metallica anunciou um projeto muito legal: toda segunda-feira, eles liberam uma apresentação na íntegra para os metaleiros reviverem shows históricos da banda. No quinto episódio, podemos ver uma performance em Munique, na Alemanha, em 2015. A apresentação foi no festival Rockavaria e contou com 18 músicas, além de jams, e fez parte da turnê “Lords of Summer”. Pra anotar na agenda!

Beyoncé – Coachella (2019)

O show icônico da diva do pop no Coachella, em 2018, ganhou um documentário exclusivo na Netflix. Em “Homecoming”, Beyoncé surpreendeu ao se abrir e se mostrar uma pessoa cheia de conflitos e anseios, como todos nós, entre um trecho e outro das mais de duas horas de conteúdo, que mescla shows e bastidores. Vale a pena conhecer o lado mais humano desse ícone.

E então, já sabe qual dos shows históricos escolher pra animar o seu dia? Na verdade, nem precisa escolher, dá pra ver todos! É só pegar a pipoca e aumentar o som!

Pra saber mais sobre o nosso movimento #ModoCasa, acesse a nossa página #ModoCasa e veja todas as novidades que estamos preparando. E, não se esqueça: mesmo à distância, a gente continua 100% online com vc!