Como uma segunda opinião médica pode ajudar antes ou depois de um diagnóstico

Quando o assunto é saúde, não dá pra ter dúvidas, e quanto mais informações, mais certo de identificar os sintomas ou ter um tratamento mais preciso

• por
Imagem: Getty Images

Se aquela dorzinha nas costas não passa mesmo depois da consulta com um especialista, ou se você quer esgotar tudo o que pode ser feito pra se livrar de uma enxaqueca que há anos não sai da cabeça, uma segunda opinião médica pode ser a melhor saída, viu?  

Nessas horas, não adianta se consultar com o doutor Google — aí pode ser que dê as caras até mesmo aquele músculo que a gente nem sabia existir. É preciso ouvir quem entende do assunto pra garantir um novo parecer. E mesmo quando o diagnóstico já está fechado, bater um papo com outros profissionais pode ser uma boa maneira de ficar por dentro de outras opções de tratamento.  

Leia + Seguro de Vida Youse: pra você curtir a vida e ainda ganhar dinheiro

Leia + #SeguraPraViver: Quatro histórias que vão te inspirar no Outubro Rosa

Até porque existem casos que implicam em tomadas de decisão mais delicadas, situações que envolvem tantas áreas do corpo ou até mesmo patologias que ainda não foram estudadas por aqui. É realmente necessário montar um time multidisciplinar antes de entrar pra jogo. 

Estudo de caso

Foi o que aconteceu com a fisioterapeuta Isabella Trubbianelli, que já tinha um diagnóstico pra Doença de Lyme quando procurou outro profissional pra continuar seus cuidados médicos. 

“Desde o início, a neurologista com quem passei pra investigar meus sintomas de paralisia corporal e dificuldade de raciocínio detectou que era Lyme, mas também deixou claro que não era a área de especialidade dela”, conta.

E ainda que a profissional tenha se empenhado nos estudos específicos sobre o caso e, de fato, conseguido algumas respostas positivas em um curto período, a evolução estagnou passados três meses. 

“Ela também se viu sem saber por onde seguir, porque dentro do que ela tinha estudado, a gente já tinha esgotado nossas opções. E aí eu vi que eu precisaria de alguém que realmente entendesse a fundo sobre a doença e pudesse me orientar melhor”.

Com acesso a um médico que dominasse o assunto de maneira mais completa, ela ainda está em tratamento, mas aprendeu muito mais sobre a doença, sobre o que está acontecendo com ela, e segue melhorando muito desde então. 🙂 

Saúde em segurança

A saúde é daqueles papos que a gente tem que levar a sério pra ficar numa boa. Por isso, ir atrás de mais de uma opinião médica é interessante não só pra garantia de diagnóstico e tratamento terapêutico mais adequados ao paciente, quanto para o aprimoramento do corpo médico, que ao trocar figurinhas pode ampliar seus conhecimentos pra muito além do que está escrito na literatura. 

É pra facilitar essa ponte que o Seguro Vida da Youse tem a assistência Segunda Opinião Médica. Se você ou o profissional que tem acompanhado de perto os seus sintomas considerar justo e necessário ouvir mais uma palavrinha antes de bater o martelo em patologias consideradas graves, a Youse despacha seus exames, laudos e documentos para serem analisados por um Centro Hospitalar nos Estados Unidos.  

Essa troca de informações vale caso os exames clínicos e laboratoriais já feitos ainda levem a um diagnóstico considerado impreciso tanto pelo médico, quanto pelo paciente. Ou mesmo se você passou por outro especialista que divergiu quanto ao melhor tratamento.

Aí são 20 dias úteis até chegar a segunda opinião com a garantia de que seu tratamento vai ser o mais preciso possível. 😉

 

Enquanto isso, não perde tempo: faz uma simulação com as assistências do Seguro Vida Youse direto pelo app pra ver como cuidar da saúde pode ser muito simples.