5 lançamentos de carros elétricos para 2022

Com o mercado em alta, inclusive no Brasil, o desembarque de alguns modelos já está confirmado por aqui

• por
Imagem: Divulgação

Os carros elétricos estão cada vez mais presentes em nosso setor automotivo, e em 2022, nós os veremos desfilar cada vez mais pelas ruas das grandes cidades. Prova disso é que, em 2021, tivemos um aumento de 77% no número de vendas de carros eletrificados no país (entre híbridos, híbridos plug-in e elétricos). Isso corresponde a 34.990 unidades vendidas nos 12 meses do ano passado, segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE).

Desse montante, 2.850 carros eram totalmente elétricos, o que representa um crescimento de 255% frente a 2020. Por isso, se você é um entusiasta e quer ter um carro elétrico, seja por sustentabilidade ou para dar adeus aos postos de combustíveis, confira abaixo os 5 modelos eletrizantes que vão desembarcar no Brasil em 2022, já que todos são importados 😀

 

Saiba +: Seu carro elétrico em boas mãos

Saiba +: Os 10 principais lançamentos de 2022

 

1) CAOA Chery EQ1

Imagem: Divulgação

O Chery está chegando para brigar com o Renault Kwid E-Tech pelo título de elétrico mais barato do país. Importado da China, a marca pretende posicioná-lo abaixo dos R$ 150 mil. Apesar do tamanho — pouco mais de três metros de comprimento —, o subcompacto chinês, terá motor elétrico de 75 cv e estima-se que sua autonomia seja superior a 400 quilômetros.

2) Chevrolet Bolt

Imagem: Divulgação

O Bolt vai finalmente chegar ao Brasil! Depois de ter a sua produção interrompida por conta da pandemia e de um defeito de fabricação que poderia causar incêndio nas baterias, foram realizadas diversas revisões e ajustes que resolveram a questão dos packs de bateria.  Pelo que sabemos do Bolt produzido nos Estados Unidos, o hatch manterá o mesmo motor de 203 cv e 36,7 kgfm de torque e deve chegar assim em terras brasileiras.

O hatch é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 7,3 segundos e a sua autonomia chega a 380 quilômetros. #Demais

Com relação ao modelo vendido anteriormente no Brasil, o novo Bolt passa a ter desenho com faróis mais discretos. As luzes diurnas de LED estão posicionadas na parte superior, enquanto os faróis ficaram escondidos em uma moldura escurecida.

 

3) Ford Mustang Mach E

Imagem: Divulgação

Assim como “Maverick” era sinônimo de esportivo da década de 1980, mas hoje virou uma picape, a Ford também resolveu batizar seu novo SUV elétrico com um nome icônico: Mustang. Mas não se preocupe: o utilitário esportivo elétrico ganhou o sobrenome Mach E para se diferenciar do Mustang convencional que ainda continua em linha. #Ufa

Estima-se que o Mustang Mach E que virá para o Brasil será o GT, na configuração mais potente, com 480 cv e alcance de 505 quilômetros de autonomia com a bateria completa. Por ter tração integral, ou seja, motor nas quatro rodas, o SUV será capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos. #JáQuero

 

4) Renault Kwid E-Tech

Imagem: Divulgação

A Renault já anunciou que vai trazer a versão 100% elétrica do Kwid no segundo semestre deste ano. Chamado de Kwid E-Tech, EV ou ZE, não importa, o que interessa é que ele também vai brigar pelo posto de elétrico mais barato do país e o preço deve ficar abaixo dos R$ 150 mil. 

O Kwid elétrico virá importado da China, mas a marca já confirmou que o conjunto de baterias e motores será diferente do utilizado no país: por lá é utilizado um motor de apenas 44 cv e 12,1 kgfm de torque, alcançando 104 km/h de velocidade máxima. A autonomia é bem baixa, apenas 200 quilômetros. Contudo, a parte boa é que o carrinho pode ser completamente recarregado em até uma hora em wallbox de carga rápida (igual aos de postos de gasolina, shoppings e supermercados), ou em até sete horas em tomadas de 220V.

 

5) Volkswagen ID.3

Imagem: Divulgação

Para colocar ainda mais lenha, quer dizer, energia nesse mercado de elétricos, a Volkswagen vai bater de frente com o Chevrolet Bolt ao trazer o ID.3. De acordo com a marca, o hatch inaugura a nova plataforma modular, a MEB, que será exclusiva para os próximos projetos elétricos da marca alemã e servirá  como base para a construção de vários modelos de carros, desde simples hatches a SUVs e sedãs.

Ou seja, o ID.3 não é um carro convencional que ganhou motor elétrico, como é o caso do Kwid citado acima. Ele é concebido de forma a otimizar todos os espaços e recursos por já contar, desde o projeto, com uma plataforma específica para a propulsão elétrica.

 

Elétrico é tudo igual?

Carros eletrificados são todos aqueles que carregam algum tipo de propulsão elétrica e se dividem em três tipos: híbridos, híbridos plug-in e elétricos.

Os híbridos são aqueles que carregam uma bateria e um motor elétrico. Com esta dupla, há também um propulsor à combustão que alimenta o sistema elétrico. Ou seja, o motor convencional (gasolina/etanol) alimenta uma bateria que, por consequência, distribui a energia para os motores elétricos.

Os híbridos plug-in também possuem bateria e motor elétrico, que trabalha em parceria com um à combustão. A diferença entre o híbrido e o híbrido plug-in é que, como o próprio nome diz, a bateria do plug-in só pode ser restabelecida na tomada, e não por meio da energia gerada pelo motor, como no híbrido comum.

Já o 100% elétrico, como já é de se esperar, só carrega propulsores elétricos (posicionados nas rodas) e nenhum motor à combustão ajuda na locomoção.

Agora ficou fácil entender a diferença dos três né? :p

Seja híbrido, híbrido plug-in ou elétrico, a certeza é que a Youse não cobra nada a mais pelo fato de você optar por uma energia mais limpa no seu dia a dia. E o melhor: você ainda conta com todas as coberturas e assistências de um carro convencional. Tudo na palma da sua mão, num Seguro Auto 100% digital para você ficar #numaboa e com as baterias carregadas para gastar em ousadia, coragem e alegria.