5 músicas do Rock que quebraram barreiras

Com ousadia e inovação, o rock marca a história da música e continua embalando multidões!

• por
Imagem: Getty Images

No dia 13 de junho é comemorado o Dia Mundial do Rock. Mas você sabe o porquê desta data?  Porque neste mesmo dia, em 1985, aconteceu o Live Aid, um festival de rock realizado para levantar fundos para combater a fome na Etiópia. Sabe aquela cena icônica da banda Queen se apresentando em um estádio completamente lotado (que inclusive foi reproduzida no mais recente filme biográfico da banda)? Foi neste festival. Que belo dia para celebrar o rock, não é mesmo? Além do sucesso de público, o evento foi um dos primeiros a serem transmitidos via satélite para as televisões de vários países, mostrando que o rock, por si só, é um movimento repleto de ousadia e inovação!  

A história deste gênero é repleta de momentos marcantes que mostram que o rock está mais vivo do que nunca! E nada melhor do que uma lista com as 5 músicas do rock que quebraram barreiras e não podem faltar na sua playlist!

Saiba +: Quebrando padrões em profissões tradicionais | Start (youse.com.br)

Saiba +: 51 anos do Woodstock: 7 curiosidades sobre o festival | Start (youse.com.br) 

1-Johnny B Goode, Chuck Berry 

O violoncelista, professor de música e entusiasta do rock’n roll, Wagner de Lavos, conta que “Johnny B Goode” foi considerada a primeira música de rock. A levada pra cima e rápida e os riffs de guitarra foram grandes inovações para a época. Chuck Berry foi o precursor do rock e influenciou muitos artistas como Elvis Presley e os Beatles.

A música “Johnny B Goode” realmente é daquelas que quebram barreiras e já foi até para o espaço a bordo da missão Voyager I, que levava um disco para explicar os sons da Terra para alienígenas. No vinil, além de sons de fenômenos naturais e animais, também foi incluída a música de Chuck Berry.

2 – Bohemian Rhapsody, Queen

Se existe uma banda que não pode faltar na nossa lista é o Queen. Essa música é um marco e traz uma mistura do rock com o canto lírico característico das óperas. “Eles criaram um estilo diferente com essa mistura toda. Essa colcha de retalhos que fizeram dentro da música, unindo várias referências musicais foi uma grande inspiração, porque hoje temos muitas bandas que gravaram com orquestras como o Scorpions, Metallica e o Kiss, por exemplo”, conta Lavos. 

O professor de música reforça que Fred Mercury tinha uma extensão vocal ímpar. “Ele era um músico muito virtuoso”, conta. Além de boa música, quer ainda mais ousadia? O Queen foi uma das primeiras bandas de rock a lançarem um vídeo clipe. “Foi a primeira vez que vimos na TV um vídeo clipe de rock”, lembra Lavos.  

3 – Kashmir, Led Zeppelin 

A música “Kashmir” é uma obra prima! “Ela tem um tempo muito quebrado, até meio complicado de tocar, mas com uma conjunção singular onde nada se sobressai e tudo parece estar no lugar certo”, explica o professor de música. 

Um dos pontos altos da canção é justamente essa junção da guitarra, do baixo, da bateria e da voz com a orquestra, que complementa a gravação, dando um caráter único e místico a esse clássico. 

4 – Paranoid, Black Sabbath

A música “Paranoid” inovou dentro do próprio gênero dando origem a uma nova vertente do rock: o heavy metal. Por isso ela é considerada a pioneira do metal mundial! A banda lançou essa faixa dentro do seu primeiro LP, de mesmo nome, e foi só sucesso, batendo a marca de 4 milhões de cópias vendidas somente nos EUA e liderou as paradas do Reino Unido, em 1970. Mesmo depois de tanto tempo, a banda continua a influenciar diversos músicos e é uma grande inspiração para várias gerações de head bangers!  

5 – Epic, Faith No More

Ousadia e inovação não faltaram para essa banda! A música “Epic”, que mistura elementos do metal alternativo com Rap, foi um sucesso e chegou ao topo das paradas em 1990. “A primeira banda de rock que eu ouvi ainda criança foi o Faith No More, era um LP com uma capa inesquecível com gotas pegando fogo, e a música era a Epic”, lembra Lavo. 

Sendo LP cringe ou não, o legado dessa banda é gigante e influenciou o surgimento de novas vertentes do rock como o nu metal que tem bandas como Korn, Pantera e Linkin Park, que beberam nessa fonte e continuam inovando por aí! 

O rock já tem pelo menos 70 anos de história, e muitos dizem que ele já morreu. Mas a mesma ousadia que inspira a Youse mantém a chama acesa e inspira novas gerações de músicos e entusiastas! A tecnologia está aí para ajudar a romper barreiras, “A internet e a globalização ajudam e fica muito fácil conhecer bandas que jamais conheceríamos antes. Eu só espero que o rock continue firme e forte por muito tempo”, conclui o professor de música.

Nada melhor do que comemorar o Dia do Rock ao som da playlist da Youse no Spotify com esses e muitos outros clássicos do estilo!