Aprenda como eliminar vírus e bactérias do seu carro

Imunologista explica que detergente sem água é o suficiente para garantir a higienização

• por
Imagem: GettyImages

A gente anda higienizando tudo: no celular, nas roupas e até nas compras. Mas sabia que o seu carro pode ser um meio de contaminação de vírus e bactérias também? Pensando nisso, conversamos com o médico imunologista Marcello Bossois para entender como esses microorganismos chegam até o veículo, e qual o melhor jeito de proteger seu carro pra você ficar sempre numa boa! 🙂 

Saiba+: #ModoCasa: aprenda a fazer a higienização do carro durante a quarentena

Saiba+: #ModoCasa: aprenda alguns cuidados com o carro enquanto estiver parado 

Como a contaminação acontece?

Muitas pessoas se preocupam em manter objetos limpos e higienizados, mas acabam dando pouca atenção às partes internas do seu próprio veículo por acreditarem que estão protegidas. É aí que mora o perigo. “A parte interna [do carro] que mais acumula bactérias é justamente a que tem contato com a sua mão”, explica o médico imunologista Marcello Bossois. 

A mão acaba sendo o principal vetor na contaminação e disseminação de vírus e bactérias. Todo lugar que tocamos pode estar contaminado. Sem restrições. “Volante, maçanetas, freio de mão, rádio, espelho retrovisor são algumas das regiões que precisam de uma higienização melhor justamente para que você faça a erradicação desses microorganismos dentro do seu carro”, aponta o especialista.

De modo geral, todas as superfícies podem ser contaminadas por vírus e bactérias, seja pelo toque da mão ou sendo carregados pelo ar. “Os vírus que mais atingem as superfícies são os vírus da gripe e do coronavírus, enquanto que as bactérias mais comuns são as intestinais, oriundas de uma má higienização das mãos após a ida ao banheiro”, explica Bossois.

Além disso, Marcello Bossois alerta que a contaminação também pode ocorrer pelo filtro do ar-condicionado. “Por isso, a limpeza tanto externa como interna precisa ser feita com frequência justamente para que você não pegue pneumonias atípicas, micoses pulmonares ou até mesmo o coronavírus”, defende o especialista.

Como higienizar seu carro em casa?

Para a manutenção da higienização diária do veículo em casa basta um produto: detergente sem água para superfícies automotivas. “Na minha opinião, para o carro, o detergente sem água acaba sendo o mais indicado. Você pode colocar em um pano e aplicá-los nas superfícies você mesmo”, explica o especialista.

Para a higienização também é possível utilizar o álcool 70%, que tem uma ação virucida, mas a substância pode ressecar partes do carro. “O ideal, nesse caso, seria passar o álcool e, em seguida, hidratantes ou revitalizadores do plástico são opções para manter a conservação e a qualidade do material interno”, sugere Bossois.

Para uma limpeza profunda e mais duradoura, que não exige uma manutenção todos os dias, há produtos específicos como hidróxido de cloro, peróxido de hidrogênio ou nitrato de prata. Esses produtos, entretanto, devem ser aplicados apenas por profissionais. Nessa matéria aqui a gente explicou mais sobre como limpar o carro em casa! 🙂 

Manutenção 

Mas pra você ficar sempre numa boa, a manutenção é o segredo para manter seu carro livre de vírus de bactérias. No caso de taxistas e motoristas de aplicativos, o cuidado deve ser redobrado, combinado? “As pessoas não se dão conta que a não higienização a longo prazo acaba tornando os veículos meio de cultura de bactérias”, explica o médico.

Aqui na Youse a gente também se preocupa com a higienização do seu carro. Por isso, com o Seguro Auto você conta com a Assistência Lavagem e Higienização para te ajudar em situações específicas, como no caso de enchentes e inundações. Quer saber mais? Dá uma olhada no site.  🙂