Gerações mais conectadas, juntas e misturadas no mundo online

Seja para saber da família, fazer textão ou rir de meme na internet: tá todo mundo on

• por
Imagem: GettyImages

Suas tias são daquelas que mandam GIFs de “bom dia” no WhatsApp? Postam mensagens de motivação no Facebook? Você já tem um priminho que quer virar streamer na Twitch ou faz vídeos de dança com os amigos no Reels? Não importa em qual plataforma, o fato é que estamos todos cada vez mais conectados. 🙂

A realidade vai além da metáfora: somos 4,4 bilhões de usuários ativos no mundo. Passamos, em média, 2h30 zapeando pelas mídias sociais. Só no Brasil o número chega a 140 milhões de gerações conectadas. E os usuários continuam subindo!

Leia + Como a tecnologia mudou nossas vidas nos últimos 5 anos?

Leia + Saiba o que é “internet das coisas” e como ela vai mudar a sua vida

Gerações mais conectadas juntas

Desde o momento em que as pessoas descobriram as redes sociais e começaram a ocupar o finado Orkut (#RIP), ficou mais fácil não apenas ter notícias daqueles parentes que só vemos no Natal, mas também de cada geração encontrar o seu lugar ao sol nesse vasto mundo das mídias digitais. 

A galera que nasceu entre 1980 e 2015 (gerações Z e Y) é disparado a mais #HeavyUser das redes sociais, de acordo com a empresa de pesquisas Global Web Index. E o dispositivo quase unânime para navegar pelo mundo virtual é o celular. 

Quem vive de passado é museu

Mas se você zoava seus pais ou avós porque eles pareciam muito confusos com a tecnologia, dando aquele zoom 200% nas letras da tela, não fica aí de bobeira, não. O pessoal tá na flor da idade e, além de fazer exercícios físicos, andar pra lá e pra cá e viver uma vida independente dos familiares, “os 60 são o novo 40” e estão super por dentro das novidades digitais. Segundo um estudo que a Kantar IBOPE Media fez para o Data Stories, nos últimos cinco anos a galera mais velha navegou 101% mais, e em 2020 aumentou ainda mais o tempo #SurfandoNaWeb. O grupo “sessentão” acessa vídeos gratuitos, ou pagos, músicas, notícias e faz também suas comprinhas. Tá pensando o quê? 

Aqui no Brasil os Baby Boomers (1946-1964) são de fato o público que mais cresce no Facebook, o primeiro site com mais usuários ativos e o terceiro mais acessado do mundo todo, no pódio com Google e YouTube segundo o relatório de outubro de 2020 da Hootsuite + We Are Social. E não é por menos. Na plataforma digital dá pra marcar os amigos nas receitas de doces (#indiretas), falar pelo Messenger com a turma da faculdade, ver vídeos fofinhos de pets e bebês, e consumir notícias sobre o “#Coronavairus”. Isso sem falar nos influencers da 3ª idade. Uma graça, né, minha filha?

Tecnologia de berço

Mais pra baixo na pirâmide vem a Geração Z, os que nasceram depois de 1995 já manjando muito mais da World Wide Web, e a Geração Alfa, de 2010 pra frente, quando a Apple apresentou o iPad. O mundo sem internet? Nunca nem viram. 

Pelo contrário: é online que essa galera que já nasceu com o celular como extensão do braço fica antenada em tudo o que acontece no globo, especialmente pelo Instagram ou pelo Tiktok. E a influência digital não vem só na hora de pedir aos pais o tênis novo de um Youtuber famoso, mas também na hora de se engajar em assuntos relevantes e “curtir & compartilhar” esse conhecimento no modo offline.

 

E foi nessa levada digital que nasceu a Youse. 🙂 Com a ideia justamente de bater um papo com toda essa turma conectada pra trazer ainda mais conforto e praticidade pras atividades do dia a dia. Por isso, nossos seguros Auto, Residencial e de Vida são 100% online, tudo a apenas alguns cliques de distância. Afinal, idade é coisa da cabeça, né? Ser jovem é questão de espírito, e quem discorda é que é jurássico! 😀