Os 5 carros mais econômicos do Brasil em 2021

Os modelos que menos consomem gasolina e etanol estão nessa lista que conta com três Chevrolet

• por

Você já conferiu aqui no Start a nossa reportagem sobre como economizar combustível. E, apesar de todos os truques e dicas, nada melhor do que ter um carro que já saia de fábrica “bebendo” pouco, né? Por isso, selecionamos os cinco carros mais econômicos do Brasil. Bora conferir?! 🙂

Todo ano o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) divulga a tabela do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) com a avaliação do consumo energético de mais de 900 modelos e versões de automóveis. Quanto mais a tecnologia avança, menos os carros consomem. Por isso, não estranhe ver alguns carros com motor turbo na nossa lista, pois os turbinados vieram justamente para trazer mais economia, mas sem abrir mão da potência e desempenho — é o chamado downsizing.

Saiba +: Com o carro autônomo, haverá motorista no futuro?

Saiba +: O futuro do carro e da mobilidade será compartilhado e autônomo

A lista leva em conta apenas carros com motorização flex, sem considerar modelos a diesel ou híbridos e elétricos. Olha só:

1) Chevrolet Onix Plus 1.0 Manual LT – R$ 75.490

Chevrolet Onix Plus

Com motor 1.0 aspirado de três cilindros com 82 cv quando utiliza etanol e 78 cv com gasolina a 6.400 rpm, além de 10,6 kgfm de torque com álcool e 9,6 kgfm com gasolina a 4.100 giros, o Chevrolet Onix Plus, sedã na versão de entrada com câmbio manual de seis marchas, custa R$ 75.490 e é o veículo à combustão mais econômico do país. Confira o consumo:

Cidade: 10,1 km/l com etanol (E) / 14,3 km/l com gasolina (G)

Estrada: 12,5 km/l com etanol (E) / 17,7 km/l com gasolina (G)

Tanque: 44 litros

Autonomia máxima: 779 km com gasolina (G)

Aceleração 0 a 100 km/h: 13,3 segundos

Velocidade máxima: 167 km/h

2) Renault Kwid

Renault Kwid

O compacto da marca francesa pode ser encontrado em três versões: Life, Zen e Intense. As configurações, todas com câmbio manual de cinco velocidades, custam, respectivamente, R$ 48.790, R$ 57.190 e R$ 59.290. E, independentemente do que carreguem a mais na lista de equipamentos — o que, supostamente, aumentaria o peso e o consumo —, é possível obter as mesmas médias de consumo com o Kwid, segundo levantamento do Inmetro. O motor aspirado 1.0 de 3 cilindros entrega 70 cv de potência quando usa etanol e 66 cv com gasolina a 5.500 rotações. O torque é de 9,8 kgfm com álcool e 9,4 kgfm com combustível derivado de petróleo de torque. Olha só porque o Kwid é o segundo veículo menos ébrio do Brasil 😀

Cidade: 10,3 km/l (E) / 14,9 km/l (G)

Estrada: 10,8 km/l (E) / 15,6 km/l (G)

Tanque: 38 litros

Autonomia máxima: 593 km (G)

Aceleração 0 a 100 km/h: 14,7 segundos

Velocidade máxima: 156 km/h

3) Chevrolet Onix 1.0 Manual – R$ 69.290

Chevrolet Onix

A carroceria hatch do Onix aparece na terceira colocação do ranking na configuração básica com câmbio manual de seis marchas. Uma versão que, para sermos honestos, não vale a pena, pois a unidade com câmbio automático e motor turbo, de acordo com os preços no site da Chevrolet, está com valor de R$ 68.390. Ou seja, levar um turbinado com câmbio automático ou um aspirado com câmbio manual, este custando R$ 900 mais caro? Claro que a primeira opção. Contudo, sabe-se que a transmissão automática consegue médias menores de consumo, o que faz o Onix manual figurar na lista dos mais econômicos do país e o outro, não:

Cidade: 9,9 km/l (E) / 13,9 km/l (G)

Estrada: 11,7 km/l (E) / 16,7 km/l (G)

Tanque: 44 litros

Autonomia máxima: 735 km (G)

Aceleração 0 a 100 km/h: 13,3 segundos

Velocidade máxima: 167 km/h

4) Chevrolet Onix Plus 1.0 Turbo Manual – R$ 83.190

A GM conseguiu emplacar três carros na lista de carros mais econômicos de 2021. E na quarta colocação da nossa lista aparece, na configuração com motor turbinado de 116 cv de potência (com ambos os combustíveis) e 16 kgfm de torque a 2.000 giros, o Onix sedã turbo. A transmissão é mecânica de seis velocidades e as médias de consumo são:

Cidade: 9,6 km/l (E) / 13,7 km/l (G)

Estrada: 12,2 km/l (E) / 17 km/l (G)

Tanque: 44 litros

Autonomia máxima: 748 km (G)

Aceleração 0 a 100 km/h: 10,4 segundos

Velocidade máxima: 187 km/h

5) Hyundai HB20S 1.0 Platinum Turbo Manual – R$ 88.390

Hyundai HB20S

Outro sedã desta lista é o HB20S com motor turbo de 120 cv (E/G) a 6.000 rotações por minuto e 17,5 kgfm de torque a 1.500 rpm. Com transmissão manual de seis engrenagens, o três-volumes consegue ótimas médias de consumo e desempenho, justamente por ter o motor 1.0 turbinado de três cilindros, além de ter a maior autonomia do segmento com seu tanque de 50 litros. Médias do PBEV:

Cidade: 9,8 km/l (E) / 13,6 km/l (G)

Estrada: 11,6 km/l (E) / 16 km/l (G)

Tanque: 50 litros

Autonomia máxima: 800 km (G)

Aceleração 0 a 100 km/h: 10,7 segundos

Velocidade máxima: 191 km/h

Para quem busca um carro novo e quer economizar na hora de abastecer, a lista acima pode ser uma mão na roda. Outra ajudinha fundamental é contar com o Seguro Auto e Seguro Auto por Km da Youse. Lá você encontra diversas assistências, inclusive a de Pane Seca. Com ela, você pode rodar numa boa, pois sabe que o socorro estará a poucos cliques se o combustível acabar. 😀