Tudo sobre a live da exposição do John Lennon no MIS

No aniversário da lenda do rock, a gente conta tudo o que você vai encontrar na exposição e na live!

• por
© Bob Gruen

Não é todo dia que uma estrela do rock nasce. Muito menos uma lenda como John Lennon! Em 9 de outubro de 1940, o músico surgia no mundo, em Liverpool, na Inglaterra. Entre uma banda de rock histórica, um amor polêmico e luta ativistas importantes, Lennon deixou um legado de paz e mudança no mundo. Pra comemorar esse dia, a gente te conta tudo o que rolou na exposição “John Lennon Em Nova York Por Bob Gruen” do MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo), que é patrocinado pela Youse. A mostra chegou em março e ficou só três dias em cartaz, mas teve que dar uma pausa por conta da pandemia que mudou todos os planos. Mas a boa notícia é que o museu abriu novamente! Ele voltou oficialmente hoje, dia 16 de outubro, e a gente te mostra tudo o que você vai poder ver dessa exposição. Vem ver que legal! 🙂

Saiba+: Explore a cidade: conheça o Museu da Imagem e do Som

Saiba+: Museu do Louvre: 8 curiosidades sobre o museu mais visitado do mundo

John Lennon no MIS

Coisas boas às vezes levam tempo, né? Com tudo o que rolou no mundo nos últimos meses, a exposição do John Lennon no MIS, que estava marcada pra março, só conseguiu chegar ao público agora em Outubro. E não podia voltar em melhor época: a exposição marca os 80 anos de nascimento e 40 anos de legado de John Lennon!

Antes de tudo, é legal você saber que John e o fotógrafo Bob Gruen, responsável por todas as fotos que você vai ver na exposição, tinham uma relação muito próxima, o que facilitou muitos dos cliques.  Pouco tempo após John Lennon se mudar para Nova York, em 1971, Gruen se tornou amigo pessoal de John e de sua amada Yoko Ono. Ele registrou não apenas sua vida profissional, mas também vários momentos de sua vida íntima. As imagens mostram Lennon como estrela do rock, artista solo em Nova York após sua saída dos Beatles e um ativista defensor dos Direitos Humanos. A gente falou mais dessa relação nesse post aqui

Lennon tinha mil facetas, e é possível ver isso na exposição. Uma parte importante da mostra apresenta fotografias de John e Yoko com seu filho, Sean. Já em outro canto, uma das imagens mais famosas da estrela: Lennon vestindo uma camiseta da cidade de Nova York, de pé, em frente à Estátua da Liberdade, fazendo o sinal de paz. Um revolucionário!

A exposição ocupa os dois andares do museu e revela, por meio de mais de 130 imagens selecionadas pelo próprio Bob Gruen, a vida do ex-Beatle. A mostra também apresenta uma seleção inédita de 30 fotos vintage, expostas em ampliações originais feitas pelo fotógrafo. Durante o percurso da exposição, os visitantes acompanham uma trilha sonora com sucessos de Lennon, composta por músicas marcantes, como Power to the People e Whatever Gets You Thru the Night. Além disso, o público também pode conferir uma linha do tempo que vai da chegada de John e Yoko em Nova York, em 1971, quando se instalaram no bairro de Greenwich Village, ao dia 8 de dezembro de 1980, quando John Lennon foi assassinado, na entrada do edifício Dakota.

Dividida em sete áreas e apresentada em ordem cronológica, a exposição do MIS conta com curadoria do jornalista brasileiro Ricardo Alexandre, um astro do rock sem subir nos palcos: tem livros, documentários, artigos e grande atuação como crítico musical. Entre as áreas estão: New York City, primeira época de John e Yoko em Nova York; Lost Weekend, período entre 1973 e 1975, quando John e Yoko ficaram separados; e Dono de casa, quando Yoko fica grávida e Lennon se retira da vida pública para ficar com a família. Tudo muito lúdico e explicativo!

Pra quem quiser saber mais sobre os 80 anos do astro do rock, rolou um bate-papo ao vivo bem legal dia 9 de outubro. A conversa aconteceu no canal do YouTube do MIS, pra falar da carreira do astro, da produção do artista nos 10 anos em que viveu em Nova York, e, claro, a exposição “John Lennon em Nova York por Bob Gruen”. E ah, essa conversa contou com a participação de Ricardo Alexandre, a jornalista Lorena Calabria e Marco Antonio Mallagoli, presidente do fã-clube Revolution. O bate-papo integra a programação do #MISemCASA, campanha virtual com conteúdo inédito no canal do Museu da Imagem e do Som no YouTube. Vale a pena dar uma olhada! 

E aí, ficou com vontade de conhecer mais da exposição? Que tal dar uma passadinha no MIS? A Youse, assim como o MIS, tá sempre atualizado pra te mostrar tudo sobre música, filme e arte! A gente gosta tanto disso que somos a patrocinadora oficial do Museu da Imagem e do Som, sabia? E pra conferir o que tá rolando por lá, é só acessar o site do MIS, lá tem cursos, workshops sobre arte e fotografia, sessões itinerantes de cinema e muito mais! 🙂