#ModoCasa: aprenda a economizar durante a quarentena

Pra não deixar que esse período em casa afete seu bolso, a dica é cortar alguns gastos e organizar as finanças

• por
Imagem: GettyImages

Nossa rotina mudou. Sala, cozinha e quarto viraram nossos cenários do dia-a-dia e cinemas, parques, lojas e restaurantes saíram por um tempinho da agenda. Mesmo assim, se não tomarmos alguns cuidados, as chances de desorganizarmos nossa vida financeira são grandes. Pra te ajudar a não sair gastando por aí em compras impulsivas pela internet, a educadora financeira Shírley Freitas dá algumas dicas de como economizar!

Saiba+: #ModoCasa: como fazer uma compra consciente no mercado

Saiba+: #ModoCasa: aprenda a organizar uma rotina de home office com filhos pequenos em casa

6 dicas de como economizar nesta quarentena

Tenha uma planilha

Se a meta é manter as economias sob controle, o primeiro passo é a organização. Tire um dia pra separar tudo aquilo que é gasto fixo, essencial e supérfluo. “O momento atual pede que a gente entenda realmente o que é prioridade na nossas vidas. Por isso, a dica número um é realizar um bom diagnóstico financeiro e identificar onde o dinheiro está sendo desperdiçado e cortar tudo aquilo que é desnecessário”, afirma Shírley. A melhor forma de fazer esse diagnóstico é anotando, diariamente, todos os gastos. Você pode fazer isso tanto por meio de uma planilha no computador quanto por aplicativos desenvolvidos especialmente pra isso, como o GuiaBolso! No gasto fixo, você pode incluir aluguel, condomínio, mensalidades e financiamento do carro. Já no essencial, contas de luz, gás, telefone e supermercado. Tudo o que estiver relacionado a lazer, alimentação via delivery e compras pela internet vai pra lista de supérfluos. “Aos poucos, você vai perceber que muito dinheiro está saindo do seu bolso sem você sequer se dar conta!”, diz.

Corte gastos desnecessários

Planilha feita, agora é hora de entender como economizar! “Você precisará fazer algumas escolhas. Será que esse pacote de TV é realmente necessário? E o seu plano de celular, não poderia ser um pouco mais limitado? Pense com carinho e avalie se existem coisas que você poderia abrir mão temporariamente”, ensina Shírley. Nem é preciso dizer que passar o dia na internet olhando produtos também não é uma boa nesse momento, né? “Se você criar esse hábito, quando menos esperar vai estar sendo seduzida a comprar algo que nem queria de verdade”, alerta.

Experimente se aventurar na cozinha 

Os dias em casa são ótimos para reduzir gastos com alimentação. Que tal aprender a cozinhar seu prato favorito? Faça uma lista do que vai precisar para cozinhar na semana e procure nos supermercados itens com os melhores preços. Se precisar de ajuda, é só dar uma olhada no nosso post com dicas e receitas!

Redobre o cuidado com água, luz e gás

Mais tempo em casa é sinônimo de mais gastos com água, luz e gás. Portanto, é hora de reforçar ainda mais aqueles cuidados que você já tem no dia a dia: apague as luzes quando sair dos cômodos, aproveite a luz do sol, feche sempre as torneiras, tire os aparelhos da tomadas quando não estiver mais usando e tente cozinhar porções maiores pra não precisar usar o fogão o tempo inteiro. Parece óbvio, mas é sempre bom lembrar!

Renegocie dívidas e contratos

Boa notícia: bancos e contratantes estão abertos a renegociação de dívidas e contratos nesse momento. Alguns bancos estão oferecendo até 60 dias de carência para empréstimos, empurrando as parcelas lá pra frente. “É importante que se faça uma negociação antes do vencimento. A chance de você ser bem sucedida é bem maior”, explica Shírley. Se for uma dívida de cartão de crédito, vale fazer o parcelamento da fatura. “Sabemos que não é o ideal, mas é uma saída para esse momento. Dê um respiro, mas não deixe se tornar uma bola de neve”, ressalta.

Use a criatividade

Trabalhadores autônomos vão precisar de um pouquinho mais de criatividade nesse momento. O conselho é se reinventar! Mostre-se mais nas redes sociais, descubra novas formas de se conectar com o cliente e identifique possíveis novos públicos. “Reforce sua presença no digital e faça um marketing mais humanizado. Se você não pode encontrar mais seus clientes, ligue, mande um vídeo, esteja presente”, orienta Shírley.

E aí, gostou das dicas de como economizar? Pra saber mais sobre o nosso movimento #ModoCasa, acesse a nossa página #ModoCasa e veja todas as novidades que estamos preparando.

E, não esqueça: mesmo à distância, a gente continua 100% online com vc!